Talvez a própria impossibilidade de dividir o objeto da ação coletiva conduza a ampliação dos efeitos positivos de uma decisão judicial a pessoas não relacionadas à entidade que postula o benefício.