Article Image

O valor pago pelos brasileiros em impostos Federais, Estaduais e municipais desde o início do ano alcançou R$100 bilhões esta semana, segundo o “Impostômetro” da Associação Comercial de São Paulo (ACSP). No ano passado, os primeiros R$100 bilhões foram registrados também se segunda semana de janeiro.

Em 2014, o Impostômetro alcançou R$1,8 trilhão e bateu novo recorde. A soma representou recorde em relação ao volume de impostos pagos pelos brasileiros em 2013, que ficou em cerca de R$1,7 trilhão. Com o montante arrecadado em 2014, é possível comprar dois bilhões de celulares ou mais de 22,5 milhões de casas, informou a associação.

O painel eletrônico, que calcula a arrecadação em tempo real, está instalado na sede da associação, na Rua Boa Vista, região central da capital paulista. Pelo portal www.impostometro.com.br é possível descobrir o que dá para os Governos fazerem com todo o dinheiro arrecadado.

Por exemplo, quantas cestas básicas é possível fornecer, quantos postos de saúde podem ser construídos. No portal também é possível levantar os valores que as populações de cada Estado e município brasileiro pagaram em tributos.
O presidente da Associação Comercial de São Paulo e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp), Rogério Amato, espera que os impostos não aumentem.

“A expectativa é a de que a carga tributária cresça apenas em função da taxa de inflação  e do crescimento do PIB, sem aumento de impostos”, observou Rogério.